A Instituição

A Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Portimão é uma associação de fiéis, constituída na ordem jurídica, canónica, e exerce a sua ação através da prática das catorze obras da Misericórdia. No âmbito religioso, sob a invocação da Nossa Senhora da Misericórdia, que é a sua padroeira, manterá o culto divino na sua Igreja. Nos termos da Carta de Lei de 18 de Agosto de 1853 e do Auto de Posse de 11 de Janeiro de 1854 tem, historicamente, a sua sede social no lado ocidental do Edifício do Colégio de S. Francisco de Xavier.

O Brasão

O Brasão da Misericórdia de Portimão é composto por: Partido: I - De prata com um monte, firmado e movente da campanha, rematado por calvário, tudo de verde, carregado de duas tíbias passadas em aspa, de prata, encimadas por crânio do mesmo; II - Armas do Reino de Portugal: campo de prata com cinco escudetes de azul postos em cruz carregados com cinco besantes de prata postos em aspa; bordadura de vermelho carregada com sete castelos de ouro abertos e iluminados de azul; Timbre: Coroa Real com barretina de vermelho; listel com o mote em caracteres de negro: MISERICÓRDIA DE PORTIMÃO. Sobre a Simbologia e Alusão das Peças do Brasão, refira-se: Cruz - no alto do monte a cruz de Jesus “sinal do amor de Deus” é a ponte entre Deus e o Homem; Verde do monte - verde é a cor do mundo vegetal donde nasce o remédio para a cura do corpo e a água que no batismo torna o homem filho de Deus; Crânio e tíbias - lembram os Irmãos que é sua obrigação tratar dos vivos e como última obra de Misericórdia enterrar os mortos; Brasão Real - criada a apoiada pelos Reis de Portugal, a Misericórdia desde a sua fundação usa o brasão dos seus fundadores.

Compromisso/Estatutos da Irmandade

O Compromisso da Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Portimão, igualmente designado por Estatutos, foi objeto de uma revisão geral ao abrigo do Decreto-Lei n.º 119/83, de 25 de fevereiro, com a redação dada pelo Decreto-Lei n.º 172-A/2014, de 14 de Novembro. O atual documento foi objeto de aprovação em Assembleia-Geral de 20 de Setembro de 2015 e homologado pela Diocese do Algarve em 08 de Outubro de 2015, estando em curso o respetivo processo de registo junto do Instituto de Segurança Social.

“A Misericórdia Velha de Portimão e o seu Hospital"

No dia 07 de Fevereiro de 2016, a Santa Casa da Misericórdia de Portimão promoveu a sessão de lançamento do livro “A Misericórdia Velha de Portimão e o seu Hospital: Subsídios para o estudo da história local”, de Francisco Carrapiço e Jaime Palhinha. Na ocasião foi também celebrado o 473º Aniversário da Instituição (1543 - 2016), acompanhado de um porto de honra.